RHECADOS DIÁRIOS!

Após cada evento de Treinamento e Desenvolvimento o pessoal de Recursos Humanos deve refletir: O que é possível colocar em movimento, em prática, em operação de imediato?

quarta-feira, 15 de março de 2017

Esta semana, escutei de uma recrutadora, que a multinacional que ela trabalha não contrata pessoas acima de 36 anos...

RHECICLANDO é um espaço para vivenciar as dificuldades e as virtudes em Gestão de RH. 

Todos os depoimentos são extraídos de grupos de redes sociais e os nomes das pessoas e das empresas envolvidas omitidos para preservar a privacidade. 

Os textos são mantidos no original

O objetivo é criar um fórum permanente do cotidiano através de depoimentos reais para, quem sabe, buscar melhorias contínuas no "Rheciclar RH!" 

Se você quiser enviar um depoimento ou uma situação vivenciada que mereça uma divulgação envie por e-mail que eu publico - Vamos melhorar a relação com o RH! Sorria, você está sendo filmado! 
Quer ler as anteriores? Navegue pelo marcador "RHECICLANDO"!

carh.consultoria@gmail.com


"Esta semana, escutei de uma recrutadora, que a multinacional que ela trabalha não contrata pessoas acima de 36 anos para o setor força de vendas e "como regra" não contratam pessoas acima dos 40. Perguntei o porque e a resposta foi simples. "Uma pessoa acima dos 40 anos, tem um custo maior na faixa do plano de saúde, em sua maioria, já é casado e sua esposa irá chegar ou já chegou na faixa etária acima dos 36/38 , com probabilidade de já ter filhos abaixo dos 18, ou seja, o custo do plano de saúde para a empresa sairia 3x mais caro do que contratar uma pessoa mais nova". Então me pergunto, se não há emprego para todos, se há desvantagem para quem está acima dos 40, como é que esta conta vai fechar se ainda faltam no mínimo mais uns 25 anos para se aposentar?"

"Hoje entrevistei um candidato que disse estar muito interessado na vaga em questão. Porém se aparecesse algo com salário maior, não deixaria de ir conhecer e caso desse certo, trocaria de emprego. Muitos podem pensar: ele foi honesto. Sim! Concordo! Porém um dos maiores erros da nossa geração é pensar somente em ganhos financeiros. É querer entrar no mercado de trabalho hoje e virar diretor da empresa amanhã. Crescimento profissional acontece aos poucos, degrau por degrau. Se você se candidata para uma vaga, tenha foco! Vista a camisa e acredite no seu potencial."

"Foram 6 longos anos de engenhara, onde realizei intercâmbio nos EUA, possuo fluência em inglês, total disponibilidade para viagens e mudanças, excelentes cartas de recomendação e um pouco de experiência em projeto automotivo. Já foram centenas de currículos enviados online, além dos currículos deixados nas portas das empresas em pelo menos 4 estados brasileiros para todas as áreas da Engenharia Mecânica e até hoje nenhuma entrevista á não ser os processos seletivos de trainee. Fico me perguntando, o que mais as empresas querem para uma oportunidade de trabalho?
Recebo diariamente dezenas de currículos que faltam informações importantes (palavras chaves), ou que são extensos e cansativos ou com falta de direcionamento. Muitos profissionais perdem oportunidades por não saber elaborar um bom currículo."

"Um dia desses ouvi de um colega que eu devo diminuir o "ego" do meu CV, pois assim eu terei possibilidades de começar de novo de uma posição menor e conquistar meu espaço dentro da CIA pretendida, a dica me pareceu boa na hora, mas depois fiquei pensando muito e me senti boicotando a mim mesma. Ora se for preciso começar de novo eu topo! Mas não diminuindo minhas conquistas, meu empenho e experiências, não vou desvalorizar o meu profissional por estar difícil encontrar emprego. Vou conseguir confiando em mim e em meu potencial!"


"Hoje ao ligar para uma candidata ela se emocionou muito com a minha ligação, por estar há 1 ano desempregada sem muita perspectiva e nenhuma ligação para entrevista. Eu a entendi perfeitamente porque já passei por isso e, são momentos como esse que me fazem ter certeza da profissão que escolhi, levar esperança para as pessoas e ajudá - las a se desenvolver. Pena que nem todos os profissionais de rh tem essa sensibilidade."

"Vamos falar de feedback mais uma vez ? É quase uma febre aqui a queixa sobre a falta de retorno das empresas, dos RH etc etc. Pois bem: Eu estava (estava, não estou mais) contratando, e várias pessoas me pediram pra enviar o CV, pediram oportunidade, etc. Eu respondi TODOS os emails, se falhei foi em 2 ou 3, mas respondi mais de 2000 explicando vaga, a empresa e as condições de contratação.... acho importante deixar claro antes da entrevista exatamente do que se trata. Quantos feedbacks eu tive ? Daqueles que não se interessaram pela vaga ? Não quiseram ir etc ? Não é justamente esse o apedrejamento digital que os rhs recebem aqui diariamente ? Percebo que a recíproca é verdadeira, rs."

"Parabéns pela mensagem, porque passamos por isso todos os dias e quase ninguém sabe. Essa semana recebi ligações de empresas para entrevistas,e como não eram do meu interesse, encaminhei algumas pessoas que eu conheço e que estão precisando, sabe quantas me deram o feedback de como foi a entrevista, se gostaram da empresa ou qualquer informação sobre o processo seletivo, Nenhuma delas. A Ingratidão também faz parte do nosso trabalho. Vamos continuar tocando nosso barco e tentar ser o melhor Profissional. Lidamos com pessoas, com sonhos, expectativas e por isso precisamos continuar tendo forças para continuar...Abraços...Parabéns pelo desabafo..."



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, da discussão nasce a sabedoria!