RHecados diários: Quando um Gerente influente lhe diz que "tal atividade é perfumaria" como você reage? Argumenta e valida ou apenas aceita?

quinta-feira, 5 de maio de 2016

RHECICLANDO - 05/05/16 - Espaço para vivenciar as dificuldades e as virtudes em Gestão de RH!



RHECICLANDO é um espaço para vivenciar as dificuldades e as virtudes em Gestão de RH. 

Todos os depoimentos são extraídos de grupos de redes sociais e os nomes das pessoas trocados e as empresas envolvidas omitidas, para preservar a privacidade. 

Os textos são mantidos no original

O objetivo é criar um fórum permanente do cotidiano através de depoimentos reais para, quem sabe, buscar melhorias contínuas no "Rheciclar RH!" 

Se você quiser enviar um depoimento ou uma situação vivenciada que mereça uma divulgação envie por e-mail que eu publico - Vamos melhorar a relação com o RH! Sorria, você está sendo filmado!

carh.consultoria@gmail.com

Pode haver um certo exagero nas manifestações dos candidatos e/ou dos profissionais de RH. Na ótica dos candidatos, situações muito semelhantes povoam os ambientes de recrutamento e seleção tanto nas consultorias como nas próprias empresas "donas das vagas". 

Há tempos atrás, quando atuava como Gerente de RH, inseri em uma das pesquisas de Clima, como o funcionário enxergava a área de RH. As perguntas tinham dois momentos: o momento da contratação e o momento hoje! As respostas surpreenderam, tanto positivamente como negativamente. Daí, conseguimos corrigir muitas coisas erradas nos processos seletivos seguintes. RH é essencialmente uma área prestadora de serviços e como tal deve ser vista tanto pelos funcionários efetivos como pelos candidatos. Servir bem, deve sempre ser a ótica!

- "Nunca trabalhei em consultoria, mas mesmo do RH da empresa, que do ponto de vista ético, é bem parecido nas escorregadas, pude perceber tais práticas de desrespeito às leis, e pior, aos direitos humanos. Infelizmente a lógica que rege as relações humanas no mercado de trabalho não é a das relações humanas, mas a lógica do mercado (a relação é de compra e venda de produtos e serviços) onde as pessoas são vistas como coisas que servem ou não, que estão aptas ou não, que se enquadram ou não em determinados padrões. Ter a ficha limpa é essencial para maioria das empresas, como se isso fosse sinônimo ou garantia de honestidade. Hipocrisia pura...e as empresas? Quais delas não tem seus nomes nos tribunais do Ministério do Trabalho? Quantas empresas renomadas não tem centenas de processos financeiros e títulos protestados? Quantas delas pagam honestamente seus deveres (impostos)? É muita hipocrisia. O candidato tem que ser perfeito, mas as empresas, as consultorias, o mercado enfim, podem ser essas aberrações que vemos por aí. Não defendo a desonestidade nem nada disso, mas quero questionar por que neste país que é um Estado de Direito é tão difícil garantir o cumprimento da Constituição Federal e das legislações principalmente quando se trata de defender os menos favorecidos?
Já passei pela terrível experiência de ser obrigada a reprovar um candidato de nível operacional por ter o "nome sujo" e ter de aceitar outro com o nome muito mais sujo de nível gerencial. Questionei junto a meu superior e o argumento foi o de que um operador levaria muito mais tempo para sanar as dividas do que um coordenador que tem um salário 10 vezes mais alto!!! Vê se tem cabimento? Qual a lógica deste discurso?
Com que tipo de coisa estamos lidando? Para mim são questões mais do que práticas, são questões éticas, de discriminação e preconceito sim! Eu pelo menos, depois de algumas experiências como estas e tantas outras pelas quais tive contato direto e indireto, percebi que ninguém está salvo, temos que assumir nossa responsabilidade ética quando optamos por fazer parte desta lógica. A realidade é essa. Precisamos trabalhar sim, mas será que isso nos torna imunes a essas responsabilidades? O fato é que ninguém está fora, não há imparcialidade! !! Cada um sabe (ou deveria saber) quais são seus valores humanos e até que ponto vale a pena abrir mão deles! Estou PHD há um tempo. Já recusei trabalho por conta dessas questões, tem coisas que decidi não fazer nunca mais!!! Me faz mal, adoece o corpo e alma! Fui a várias entrevistas esquisitas, não recebo retorno, não há disposição para fornecimento de informação da empresa, me sinto tratada como alguém que precisa provar tudo sem ter nada em troca, nem respeito...isso cansa e dá nojo. Fico enjoada quando leio as baboseiras que os gurus de carreiras publicam ou falam na TV...muita mentira!!! É coisa rara encontrar seriedade e respeito nos processos de R&S. Que tristeza, mas esse é o resultado da relação coisificada que tem ganhado força nos dias de hoje. Podemos escolher outra via!

- Bom, hoje não trabalho mais em consultoria, porém trabalho com o fluxo considerável de vagas, dentro ai das 200 vagas mês! Sobre restrições, é algo discriminatório, logo empresas sérias e idôneas não devem realizar tais consultas com o intenção de decidir pela contratação ou não do candidato.
A prática de atos discriminatórios que antecedem a contratação está prevista na Lei 9.029/95, a qual estabelece no art. 1º a proibição da adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso ou a manutenção da relação de emprego. Muito embora isso necessite de provas para que a empresa sofra as penalidades previstas em lei, em muitas situações somente o fato de requisitar a consulta ao Serasa/SPC, pode ser configurado pela Justiça do Trabalho como prática discriminatória. 

- Como disse no e-mail enviado: "já informamos se o mesmo esta aprovado ou não, caso não esteja informamos o real motivo..." Por acaso trabalha em consultoria de rh? Onde o fluxo de vagas é de 200 a 300 por mês? Se o motivo da reprova for algo que o cliente te pediu... deixa eu ser mais clara: "O cliente não quer que o candidato tenha restrição no nome", você informaria?

- Já trabalhei na XXX, foi uma ótima empresa onde pude aprender muito, concordo que existem falhas, porem conhecendo o fluxo de vagas, a cobrança, os abacaxis de todos os dias posso tentar entender o que acontece em alguns casos, ainda sim saliento, não existe justificativa para isso, são os candidatos que fazem uma consultoria caminhar. Precisamos deixar claro que a opinião dos candidatos é importante, fazendo assim que o respeito seja um item obrigatório em qualquer processo seletivo, aplaudo de pé atitudes como essa de expor situações ruins de empresas que esquecem o que de fato significa RH.

- Na empresa a qual trabalho hoje, uma das primeiras mudanças que realizados é o feedback para todos os candidatos, pessoalmente e no mesmo dia, assim que finalizamos o processo já informamos se o mesmo esta aprovado ou não, caso não esteja informamos o real motivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, da discussão nasce a sabedoria!