RHECADOS DIÁRIOS!

Ao enviar relatórios coloridos e cheios de gráficos que tal enviar uma página com soluções propostas. Dessa forma seu Diretor vai ler!

segunda-feira, 23 de maio de 2016

RHECICLANDO - 23/05/16 - Espaço para vivenciar as dificuldades e as virtudes em Gestão de RH

RHECICLANDO é um espaço para vivenciar as dificuldades e as virtudes em Gestão de RH. 

Todos os depoimentos são extraídos de grupos de redes sociais e os nomes das pessoas trocados e as empresas envolvidas omitidas, para preservar a privacidade. 

Os textos são mantidos no original

O objetivo é criar um fórum permanente do cotidiano através de depoimentos reais para, quem sabe, buscar melhorias contínuas no "Rheciclar RH!" 

Se você quiser enviar um depoimento ou uma situação vivenciada que mereça uma divulgação envie por e-mail que eu publico - Vamos melhorar a relação com o RH! Sorria, você está sendo filmado!

carh.consultoria@gmail.com


"Alerta! Entrei em contato com 3 empresas que "tinham vagas" anunciadas em um certo site pago que todos nós conhecemos, e perguntei se certa vaga estava disponível para a seleção de um novo profissional, e minha constatação foi: As vagas não existiam! Fiz uma reclamação no site pago, que não resultou em absolutamente nada, então cancelei minha assinatura. Comuniquei a empresa que estavam usando seus nomes para anúncios de "vagas" e por incrível que pareça as vagas sumiram do site!  #Chega de arrancar dinheiro de desempregados"

"Temos que ter em mente que somos nós mesmos, chamados Executivos de RH, os responsáveis pela existência destes profissionais sem ética e principalmente sem experiência. Vejam que diariamente defendemos questões de que precisamos de profissionais com perfis cada vez mais absurdos, diria astronômicos. Queremos que seja formado em uma universidade de primeira linha, torcemos o nariz se for curso noturno. Exigência clássica, para tupiniquins que mal sabem se expressar em português: Inglês fluente, desejável espanhol será diferencial e outra língua será um plus. Pós-graduado ou MBA em faculdade de primeira linha. Fora os atributos mais arrogantes que se pode pensar. (em breve estaremos exigindo Engenharia Sanitária, para faxineiros e lixeiros. rsrsrsrs). Então vejamos:

1. Uma pessoa somente pode começar a trabalhar aos 16 anos, porém não poderá fazê-lo, pois precisa estudar. Só assim será possível passar no vestibular de uma faculdade de primeira linha.(as UF´s da vida).

2. Deve se formar, aproximadamente com 24 anos. (uma boa média, levando em conta a qualidade do ensino médio e a exigência do ensino superior).

3. Fará um estágio, ou um programa trainee, ou ficará desempregado mesmo, pois exigimos experiência para recém-formados por mais 1 ano. (25 anos).

4. Para se ter fluência em Inglês, salvo aqueles que tem muita afinidade ou facilidade de aprender línguas (ambos raros), gastarão mais 1 ano de conversação (mesmo que tenham começado a estudar inglês aos 6 anos) para chegar a uma fluência média e mais 1 ano de intercâmbio para obter a fluência que exigimos. O divertido é 99% das vezes nunca será usado dentro da empresa.

5. Que neste mesmo período façamos um curso de espanhol, não haverá perda de tempo; (27 anos).

6. Agora vamos para o MBA ou Pós-Graduação, são mais 1 ano e meio, mas todos gastam dois anos, pois precisam trabalhar como auxiliar/assistente . As vezes até gerentes (pasmem..... ....); (29 anos)

7. Agora sim, estamos com 30 anos e prontos para o mercado de trabalho conforme ele exige.

Mas pergunto a vocês:

- Quando ele conseguiu adquirir experiência nas funções que iria desempenhar e para a qual está fazendo todo este esforço?

- Quantas teorias ou modelos de gestão colocamos ou estamos colocando em prática, entre o momento de ter se formado na faculdade e o momento que ele está pronto para os nossos requisitos básicos?

- Não será necessário fazer algum curso de aperfeiçoamento? Gastando mais algum tempo?

- Vejam, os requisitos que exigimos foram atendidos, mas este profissional não possui experiência nenhuma. O que esperar dele? Somente este tipo de atitude. Sem contar que se acham os melhores do mundo, pois alcançaram tudo que as empresas exigem. Mas não possuem, na realidade, conhecimento algum sobre seu trabalho ou sua atividade. Como a teoria é bonita..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, da discussão nasce a sabedoria!