Leitores amigos, de hoje até o final de junho estarei perambulando por aí! Curtindo férias e momentos sabáticos!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Curhtas e Rhápidas: As 7 dimensões da Comunicação Verbal

Reinaldo Passadori 

Os requisitos básicos podem ser sintetizados em sete aspectos, que chamamos de As 7 dimensões da Comunicação Verbal. São elas:

Comunicação intrapessoal - Trata da autoestima, autoconhecimento, percepção das qualidades já existentes e, se conscientes, refletem segurança, calma, autocontrole.

Comunicação interpessoal - Aborda a percepção do outro, nas suas reais condições, nos seus momentos psicológicos, considerando cultura, tradições, temperamento, para a partir dessa percepção ajustarmos nossa linguagem para haver uma real interação com elas.
Voz - Instrumento que precisa sempre ser afinado e ajustado por meio de exercícios, para que tenhamos boa dicção, clareza, musicalidade e teatralização, tornando nossa fala envolvente e encantadora, expressando as emoções adequadamente.

Expressão corporal - Envolvendo os gestos, a expressão facial, a postura, a elegância, nosso marketing pessoal, o olhar e a coerência entre o que falamos e como expressamos por meio do nosso corpo aquilo que falamos.

Técnicas envolvendo o ambiente, recursos audiovisuais - Toda a parafernália eletrônica utilizada em uma apresentação, além da iluminação, disposição da sala, ar-condicionado, fios, cabos, tomadas, etc.

Dimensão intelectual - Correspondente à estruturação do pensamento, como começar, desenvolver e concluir uma apresentação, sabendo utilizar a gramática, o vocabulário, eliminando os vícios de linguagem e coerência no desenvolvimento dos pensamentos.

Dimensão espiritual - Que foca os valores, a responsabilidade social, sustentabilidade e congruência entre o que a pessoa fala e faz. Ela evoca a percepção que cada um tem, ou deveria ter, sobre a responsabilidade de tornar o mundo cada vez melhor para se viver e a preocupação com as pessoas, no seu desenvolvimento como um todo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, da discussão nasce a sabedoria!